SEARCH

Find the ideal solution for your business

While you browse, we've recycled:

0 kg of plastic

Machines

Qual a máquina envolvedora ideal para o seu processo? – Parte 2

3 de November de 2022

Para você que acompanhou nossa última publicação, exploramos um pouco sobre as características dos processos de paletização de produtos e envolvimento com filme stretch, a fim de auxiliá-los na seleção da máquina envolvedora ideal, isto é, que promova segurança aos produtos durante o transporte, com um baixo consumo de filme stretch.

Aprendemos como selecionar o tipo de máquina envolvedora, seja automática (plataforma, braço ou anel giratório) ou semiautomática (plataforma ou robôs), de acordo com as necessidades de produtividade, nível de automação, abastecimento dos paletes na máquina e formato dos produtos da linha de produção.

Selecionado o modelo preliminar adequado, entraremos agora na seleção dos recursos fundamentais para que o equipamento entregue todos os requisitos necessários para que a linha trabalhe com a máxima performance.

 

1. Tipo de Cabeçote

 

O cabeçote da máquina, também chamado de carro porta bobina, é responsável por realizar a alimentação do filme e depositá-lo sobre os produtos. O cabeçote possui três funções básicas: desbobinar o filme, pré estirá-lo e tensioná-lo contra a carga para que se tenha a compactação adequada dos produtos.

Atualmente, existem no mercado inúmeros modelos com diferentes recursos de aplicação. São eles:

A. Cabeçote com freio: este é o tipo mais básico, pois não realiza o pré-estiramento do filme, somente o tensiona através de um sistema de freio mecânico ou magnético colocado sobre a bobina. Isto significa que para que seja dada maior compactação na carga, o operador precisa acionar o freio manualmente, travando o desbobinamento do filme e assim sua alimentação para a carga.

B. Cabeçote de pré-estiramento mecânico: neste tipo de sistema o filme é desbobinado e pré-estirado antes de ser alimentado na carga. Dois rolos emborrachados, chamados estirador e alimentador, conectados por um sistema de transmissão mecânica (por exemplo: engrenagens e corrente), giram em velocidades diferentes, um sempre mais lento que o outro, e realizam o pré-estiramento e o tensionamento do filme contra os produtos. Neste modelo atingem-se níveis fixos de pré-estiramento, pois este depende exclusivamente da relação de transmissão utilizada na confecção do cabeçote.

C. Cabeçote de pré-estiramento eletrônico: funcionamento muito similar ao modelo anterior, porém neste caso, ao invés dos rolos emborrachados serem conectados por um sistema mecânico, eles são independentes e conduzidos através de motores controlados pelo sistema eletrônico da máquina. Dessa forma é possível variar as velocidades de giro dos rolos e assim os níveis de pré-estiramento que se deseja trabalhar. Neste modelo é possível atingir valores expressivos (maiores do que 300%) na aplicação do filme.

Confira os modelos de cabeçote disponíveis de nossa linha de máquinas automáticas e semiautomáticas.

 

 

2. Recursos de Aplicação de Filme

 

A maioria das máquinas envolvedoras possuem recursos de aplicação limitados que impossibilitam o aumento da estabilidade das cargas e não permitem o melhor uso do filme stretch, aumentando seu consumo e gerando desperdícios. Um exemplo prático são os equipamentos que, além de possuírem o cabeçote com freio, sem pré-estiramento, possuem uma operação completamente manual. Isso implica em perda de produtividade, falta de padronização de aplicação, elevado desperdício de filme e alta probabilidade de perdas de produto no transporte.

Mas então, como selecionar os melhores recursos de aplicação?

Trazemos abaixo alguns pontos para se atentar ao escolher uma envolvedora:

 

A. Receitas de Envolvimento

Cada tipo de carga exige uma aplicação diferente de filme, visando segurança e um consumo eficiente. Portanto, escolha máquinas que possuam o controle de cada parâmetro de envolvimento como pré-estiramento, tensionamento do filme, velocidade de rotação, sobreposição e número de voltas, e que permitam que sejam salvos em receitas ou programas de aplicação diferentes. Quanto maior o número de receitas, maior a versatilidade de sua máquina e melhor a eficiência no uso do stretch para cada um de seus paletes.

Caso você deseje saber como desenvolver receitas de envolvimento seguras e que entreguem o menor consumo de filme, possuímos o Load Test Center, o maior laboratório de ensaios de simulação de transporte das Américas aqui no Brasil!

Conheça nosso LTC e traga seus paletes para uma avaliação gratuita conosco!

 

B. Ciclos de Envolvimento

Os ciclos ou modos de envolvimento são responsáveis pela forma como cada máquina trabalhará. Existem diversas opções no mercado, desde ciclos manuais, que dependem da interação do operador para que o processo de envolvimento seja realizado, até ciclos automáticos e que entreguem mais performance na aplicação. Sendo assim, selecione equipamentos que possuam um ciclo de envolvimento que proporcione mais produtividade, facilidade e confiabilidade de operação.

Para escolher corretamente basta checar se a interface da máquina possui um sistema acessível, de fácil navegabilidade e configuração, que permita configurar ciclos automáticos de envolvimento, de preferência com bloqueio por senha. Desta forma, somente será necessário pressionar o início de ciclo e o envolvimento será finalizado sem problemas.

Evite selecionar máquinas que possuem diversos botões e controles customizados, isso traz somente ineficiência para sua operação!

Um outro ponto bastante importante é se a máquina possui ciclos que otimizem o uso do filme e garantam mais estabilidade para as cargas. O inovador recurso FORZA, exclusivo das máquinas Valgroup, permite uma aplicação estratégica de filme em diferentes posições do palete a ser envolvido. Esse recurso único possibilita o controle dos parâmetros de aplicação, como pré-estiramento, tensionamento e número de voltas, de acordo com a criticidade de cada região da carga, garantindo a mais alta segurança para os produtos e o menor consumo de filme do mercado.

 

Fonecemos uma consultoria gratuita para seleção de máquinas envolvedoras! Confira todas nossas soluções e nos deixe lhe ajudar na escolha da máquina mais adequada para sua operação!

Não esqueça de continuar nos acompanhando para continuar aprendendo sobre filme stretch e máquinas envolvedoras.

No próximo artigo traremos cases reais de como nossas soluções promovem segurança, redução de custos e sustentabilidade para as operações!